Conheça o viaduto mais alucinante do mundo!

Viaduc de Millau (Fonte da imagem: Viaduc de Millau

Nós já trouxemos aqui algumas obras da engenharia que conseguem aliar avançados recursos tecnológicos com construções impressionantes. O desenvolvimento de um túnel ferroviário por baixo dos Alpes Suíços, por exemplo, é algo capaz de mostrar o que realmente o ser humano é capaz de desenvolver.

E se existem pessoas que não curtiriam um passeio por túneis extremamente compridos, há algumas opções diferenciadas (e tão impressionantes quanto), como o Viaduc de Millau, o mais alto viaduto do mundo!

Também localizado na Europa, mais precisamente na França, a obra impressiona os passantes e turistas não só pela sua altura e comprimento, mas também pelo estilo utilizado na sua construção. Além disso, ao passar por ali você está transitando pela mais alta ponte suspensa do mundo.

O caminho mais fácil

O viaduto é, hoje em dia, o caminho mais curto (e rápido) entre Clermont-Ferraud e Beziers, passando pela cidade de Millau, no sul da França. Entretanto, antes do desenvolvimento do viaduto, esse trecho era considerado como a pior parte de uma viagem pelas estradas da região.

Isso porque, antes de sua construção, todos os carros precisavam contornar por uma única estrada que descia pelo vale do rio Tarn. Além de ser um caminho tortuoso, o local sofria com trânsito pesado e constantes engarrafamentos – que ficavam ainda piores no verão. Dessa forma, uma solução precisava ser buscada.

A alternativa mais viável

Viaduc de Millau (Fonte da imagem: Viaduc de Millau)

Dos primeiros registros e desenhos em 1987 até a entrega da obra em 2004, muito foi pensado sobre como a viaduto deveria ser construído. E nessa primeira etapa, quatro projetos foram apresentados.

Todavia, todos traziam algum tipo de inviabilidade, como a elaboração de uma comprida rodovia que incluía túneis caros e complexos, a construção de outro caminho que envolvia quatro novas pontes ou então uma estrada que cortasse a cidade de Millau.

Dessa forma, por incrível que possa parecer ao se olhar para alguma foto do Viaduc de Millau, a construção foi escolhida por ser a mais prática, com o caminho mais curto e, provavelmente, com os custos mais baixos.

Construção

Após o projeto de Norman Foster e Michel Virlogeux ser finalizado e aprovado em 1996, no fim de 2001 a construção do viaduto foi iniciada. Com uma estrutura totalmente baseada em concreto e aço, o desenvolvimento da obra foi divido em poucas etapas.

Viaduc de Millau – Pilares em construção (Fonte da imagem: Viaduc de Millau)Primeiro foram realizadas todas as estruturações necessárias “em terra firme”. Logo em seguida, já em 2002, começaram as construções dos sete píeres – os pilares de concreto que seguram o viaduto.

Com um crescimento médio de 4 metros a cada 3 dias de construção, cerca de um ano depois do início todos já estavam bem encaminhados, inclusive com o “P2” (Píer número 2) alcançando a marca dos 100 metros de altura. Em dezembro de 2003, todo o trabalho com concreto havia terminado.

Enquanto isso, a obra também se desenvolvia em outra frente de trabalho: as estruturas de aço. Isso porque, principalmente por se tratar de uma obra suspensa, aqui essa parte tem um significado ainda maior.

Assim, todo o esqueleto do viaduto foi criado por primeiro para que ficasse pronto junto com os pilares de concreto. Dessa forma, o deck poderia ser imediatamente deslizado para cima da estrutura.

Isso mesmo, a parte mais interessante do projeto é o fato de que o chão (ou a ponte propriamente dita) do Viaduc de Millau foi construído ainda em terra e depois “levemente escorregado”. Isso foi feito graças a algumas máquinas chamadas de “Sliders” (deslizadoras, em português livre).

Viaduc de Millau – construção (Fonte da imagem: Viaduc de Millau)

Com o auxílio de alguns pilares provisórios e outras estruturas de aço, todas as 64 Sliders trabalharam movendo as peças de 171 metros cada uma para o seu lugar, resultando, no fim, em um transporte total de 36.000 toneladas de aço.

Feito isso, a última etapa da construção consistiu em asfaltar a estrada e desenvolver as outras estruturas do viaduto, como dispositivos de segurança, sinalização, iluminação e os toques finais.

Assim, em 16 de dezembro de 2004 o Viaduc de Millau foir inaugurado pelo presidente francês. Ao todo, o Viaduc de Millau tem 2.460 metros de comprimento e sua vida útil é estimada entre 120 e 150 anos. A construção custou cerca de 400 milhões de euros e o seu ponto mais alto está a 343 metros acima do nível do mar.

Viaduc de Millau (Fonte da imagem: Viaduc de Millau)

Se você tiver medo de altura não se preocupe, pois o design das muretas de proteção foi feito para que ninguém tenha vertigens, de forma que os passageiros só enxergam a estrada à sua frente! Já se preferir emoção, o local também é famoso entre os praticantes de esportes radicais que executam ali saltos de Base Jump e Bungee Jump.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/transito/14911-conheca-o-viaduto-mais-alucinante-do-mundo.htm#ixzz1dtlPfNr9

Anúncios

2 comentários sobre “Conheça o viaduto mais alucinante do mundo!

  1. Pingback: Maravilhas da Engenharia #1: Ponte de Millau | Engenharia Estrutural e Construção Civil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s