O Metrô Mais Profundo do Mundo

Túnel de circulação do metro

sistema de metrô mais profundo do mundo situa-se em São Petersburgo, na Rússia, integrando estações localizadas a 105 m abaixo da superfície. No entanto as recentes obras de ampliação, com recurso a gigantescas tuneladoras (conhecidas no Brasil como “tatuzão“) EPB aprofundam diariamente, cada vez mais, os túneis de metrô.

A profundidade de implantação dos túneis está relacionada com o fato de o solo não possuir características geológicas sãs nos primeiros 50 m desde a superfície. A grande profundidade dos túneis explica-se também pelo fato de as estações de metrô terem tido a função adicional de abrigos nucleares durante o período da guerra fria, estando muitas delas equipadas com ventiladores especiais, filtros e medidores de radiação.

Entrada túnel metro

Túnel de acesso exterior

A obra iniciou-se em 1941 e tem progredido de forma quase contínua com a construção sucessiva de novos trechos e estações, possuindo atualmente 62 estações separadas entre si por uma distância média de 2 km, incluindo 4 terminais à superfície. É um dos sistemas de metrô mais complexos do mundo, servindo cerca de 3 milhões de passageiros diariamente.
As atuais obras de ampliação, cujo término se prevê para 2025 estão a utilizar modernas tuneladoras para aprofundar ainda mais os túneis, a profundidades superiores a 150 m.

Tuneladora em funcionamento

https://i1.wp.com/www.engenhariacivil.com/imagens/trabalhador-controla-progresso-tuneladora.jpg

Aplicação de revestimento interior nos túneis

Transporte de produtos de escavação

Operação de escavação

Máquina tuneladora

Complexidade de cabos no interior da tuneladora

Acesso a máquina tuneladora epb

Operação de manutenção de tuneladora

Operário junto a tuneladora

Operadores de máquina tuneladora

Acompanhamento e Controle de Tuneladoras EPB

As tuneladoras do tipo «Earth Pressure Balance» (EPB) têm sido utilizadas com bastante sucesso em túneis urbanos e em condições difíceis. Não obstante, continuam a verificar-se acidentes com consequências para a segurança e que se refletem no abalo da confiança pública. De forma a prevenir essas ocorrências impõe-se a implementação de planos de gestão do risco, que incluam uma cautelosa gestão dos procedimentos de escavação, com transmissão dos respectivos dados em tempo real, conjuntamente com a monitorização das subsidências.


O presente trabalho assume como principal objetivo partilhar a experiência adquirida e, sobretudo, dar um contributo à melhor compreensão dos procedimentos de gestão e controle da escavação com tuneladoras EPB. Dá-se particular destaque à complexa interligação entre os diversos parâmetros, designadamente: de performance e produção, de furação, extração do terreno, pressão na frente, preenchimento do vazio anelar, acondicionamento do terreno, etc. O caso de obra “Metrô de Turim – Lote 2” é utilizado para evidenciar algumas das características dos referidos procedimentos, assim como para realçar a especial importância da fiscalização.

Tecem-se considerações atinentes à estabilidade da frente e a problemas operacionais em terrenos difíceis, especialmente em terrenos granulares grosseiros, onde é usual um forte acondicionamento do solo. Por fim, são propostas ferramentas de controle da escavação, com a finalidade da sua integração em softwares de monitorização em tempo real. Espera-se deste modo que o presente trabalho venha a assumir-se como um contributo inovador nesta matéria, em especial nos meios de língua portuguesa onde a literatura sobre o tema é escassa.

Autor: Rui Pedro Camposinhos – 3º lugar no Prémio Inovação Jovem Engenheiro 2008 (1º lugar do Colégio de Civil)

Download Artigo EPB

TATUZÃO – Escavadeira do Metrô de São Paulo

Tatuzão é o nome dele, uma máquina escavadeira gigante de 95 metros de comprimento e 1.800 toneladas de peso. Cava 14 metros de túnel por dia.

Esta máquina cavou o túnel de 10 metros de diâmetro da linha amarela do metrô de São Paulo. O megatatuzão foi construido na Alemanha, custou 85 milhões de reais, feito especialmente para cavar os túneis do metrô. Transportado por navio até o Porto de Santos em 82 containers.

Fonte: http://www.engenhariacivil.com

Anúncios

2 comentários sobre “O Metrô Mais Profundo do Mundo

  1. Pingback: Escavando o Túnel Mais Largo do Mundo com a Maior Tuneladora de Sempre | Engenharia Estrutural e Construção Civil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s