Estaleiro em Maragogipe, na Bahia, ocupará 1,6 milhão de m²

Estaleiro Enseada do Paraguaçu deve processar 36 mil toneladas de aço a partir de 2013

Estaleiro Enseada do Paraguaçu

Foi lançada nesta sexta-feira (13) a pedra fundamental do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEP), na Bahia. A estrutura está sendo construída pelas empresas Odebrecht, OAS, UTC e Kawasaki e deve iniciar suas operações em 2013.

 O EEP tem investimento de R$ 2 bilhões e ficará na cidade de Maragogipe, a cerca de 42 km de Salvador, ocupando um total de 1,6 milhão de m². Desse espaço, 400 mil m² serão reservados para a preservação ambiental.

O consórcio responsável pela construção fez um mapeamento das espécies do local e criou um viveiro com 40 mil mudas de árvores nativas, além de ações de educação ambiental para as comunidades da região.

A expectativa é que o EEP tenha capacidade de processar 36 mil toneladas de aço por ano, para a fabricação de plataformas, navios especializados, sondas de perfuração e FPSOs, unidades flutuantes de armazenamento e transferência.

Em abril deste ano, o Estaleiro assinou uma Carta de Intenção com a companhia Sete Brasil, especializada em gestão de portfólio de ativos voltados para o setor de petróleo e gás. O acordo prevê a construção de seis sondas de perfuração da camada pré-sal para a Petrobrás.

Apesar de já iniciar algumas operações em 2013, a previsão é que o Estaleiro Enseada do Paraguaçu esteja completo somente em 2014.

Fonte: http://www.piniweb.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s