Maravilhas da Engenharia #1: Ponte de Millau

A ponte Millau ou, como também é conhecida, viaduto de Millau é uma enorme ponte que foi construída a fim de facilitar a travessia do vale do rio Tarn, próximo à cidade de Millau, França. A ponte ficou conhecida não só por sua grandiosidade, mas também por sua elegância.

Projetada pelo arqui­teto inglês Norman Foster e pelo engenheiro francês Michel Virlogeux, a obra é a mais alta ponte rodoviá­ria do mundo, com 343 metros de altura.

É composta por sete pilares de concre­to armado, que sustentam o tabuleiro de 2460 metros de extensão. Este, por sua vez, é formado por oito trechos de aço e suportado por cabos estaiados. É a maior pista suportada por cabos no mundo, pesando 36 mil toneladas, com 32 metros de largura e 4,2 m de espessura. A pista destaca-se também pela boa visibilidade que ela condiciona aos motoristas: tem curvas suaves de 20 km de raio e uma declividade de 3% do sul para o norte. A segurança é reforçada com bar­reiras contra colisão e telas para proteger os motoristas dos violentos ventos locais.

História

Desde os primeiros rascunhos desenhados em 1987 ao fim da construção em Dezembro de 2004, foram precisos 17 anos de pesquisa etrabalho por parte dos engenheiros franceses. O Viaduto de Millau, considerado por alguns como a Ponte do Gard do século XXI, é o resultado de várias etapas de trabalho, onde cada uma exigiu o máximo de rigor, precisão e profissionalismo possível.

Construção
A construção do Viaduto de Millau levou apenas 3 anos e iniciou-se em outubro de 2001. O processo de construção foi dividido e executado de acordo com as etapas abaixo:

Concreto: As obras de terraplanagem foram concluídas em apenas algumas semanas. Na Primavera de 2002, os primeiros pilares do  Viaduto de Millau estavam subindo para o céu. Ao mesmo tempo, a construção dos suportes laterais (onde a plataforma seria fixada em ambas as extremidades do viaduto) foi iniciado nos Causses. Após 12 meses de trabalho, o pilar P2 atingiu a marca de 100 metros. Um ano depois, no dia 9 de dezembro de 2003, a etapa de concreto havia sido concluída dentro do prazo. E mais, um dos pilares do viaduto havia batido o recorde mundial com 245 metros de altura.


Aço:
Montagem das torres de aço começaram no verão de 2002. A construção do tabuleiro foi realizada em solo, e depois deslocada de torre em torre: ao todo oito torres temporárias foram construídas com aço, provendo sus­tentação adicional aos pilares de concreto já construídos. O deslocamento dava-se por um sistema hidráulico que empurrava lentamente as seções do tabuleiro: a cada 4 minutos a plataforma se movia 600 mm. Esse deslocamento acontecia a partir das duas extremidades da ponte, até que as seções “empur­radas” se encontrassem num ponto acima do Rio Tarn. Em 28 de maio de 2004, exatamente às 02:12, as seções norte e sul do tabuleiro foram unidas a uma altura de 270 metros acima do Tarn. Missão cumprida!

E por fim…: no dia 29 de maio de 2004, 24 horas após a junção, foi iniciada a montagem dos mastros sobre os pilares para sustentarem os cabos de aço. Com 90m de altura, os mastros foram colocados a partir de uma técnica que faz o levantamento das estruturas por duas torres de aço equipadas com um sistema hidráulico. Em três meses estava tudo concluído. No final de setembro, foi feito o revestimento do tabuleiro, a instalação dos sistemas de segurança e de iluminação. No dia 14 de dezembro de 2004, o viaduto foi inaugurado pelo presidente da França.

Comparação do Viaduto de Millau com a Torre Eiffel

Outras informações:

Altura: 343 metros
Largura: 2.460 metros
Número de trabalhadores: 500
Tempo de construção: 3 anos
Material de construção: cimento armado e aço
Número de pilares: 7
Volume de cimento usado: 85,000 metros cúbicos
Espessura da pista : 4.20 metros
Largura da pista: 32.05 metros
Peso da estrutura metálica: 36.000 toneladas:
Pilar mais baixo: 77 metros:
Pilar mais alto: 245 metros:

Mais fotos

Mais: Engenharia Estrutural e Construção Civil

Fontes: Viaduto de Millau Oficial,WikipediaMetalica.

Anúncios

5 comentários sobre “Maravilhas da Engenharia #1: Ponte de Millau

  1. Pingback: Os projetos mais impressionantes da engenharia! | Engenharia Estrutural e Construção Civil

  2. Ronaldo Roberto Alves Pereira. Isto sim, demonstração de respeito, honrrabilidade, com o dinheiro publico, que tal algum dia possamos ter neste País, homens sérios, para executar nossa obras, fantásticas, sem desvio de recursos, do povo e do País

  3. gostei da ilustração parabéns e continuem o vosso trabalho de investigação, por vcs obtive muita informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s