Engenharia é a área que melhor remunera em Fortaleza, segundo pesquisa

Engenharia de obras é a área com melhores salários em Fortaleza, segundo pesquisa realizada pela empresa Catho, site brasileiro de classificados de currículos e vagas de emprego. A média salarial do cargo é de R$ 9.100,80. Entre os dez postos de trabalho melhor colocados no ranking da Catho, a engenharia destaca-se em seis deles. O estudo, realizado trimestralmente pela empresa, busca traçar um panorama das demandas atuais do mercado de trabalho. O destaque das engenharias, divulgado recentemente, é uma média dos meses de todo o ano passado.

Luís Testa, diretor de marketing da Catho aposta o aquecimento das engenharias no fato de Fortaleza ser uma cidade-sede da Copa. A presidente do Sindicato dos Engenheiros do Estado do Ceará (Senge-CE), Thereza Neumann, ratifica que a quantidade elevada de obras em virtude da Copa trouxe a construção civil para o centro das atenções, mas esclarece que o bom momento da profissão já vem sendo verificado há alguns anos.

“Temos tido, realmente, prioridades para a construção de grandes obras, como pontes, avenidas, construções de estádios, mas o destaque se vale muito também pelos programas governamentais de habitação, como o ‘Minha Casa, Minha Vida’, que requerem profissionais de várias engenharias, e dos investimentos em programas tecnológicos federais de ensino, desde o governo Lula”, acredita Neumann.

A boa imagem das engenharias no mercado foi determinante para a escolha profissional de Victor Alencar, 25, engenheiro mecânico. “A gente percebe que o mercado está bom ainda na faculdade. Não faltam bons estágios e quase sempre você já termina a faculdade empregado. Claro que se estabelecer bem no mercado depende de cada um. Os melhores salários vão para os melhores profissionais”, visualiza Victor.

Qualificação
Outro fator avaliado pela Catho cruza dados de fluência do inglês do trabalhador da Capital e o ganho salarial. Verificou-se que ter o segundo idioma pode valer um aumento de 30,6% no soldo no fim do mês, para cargos de supervisores, por exemplo.

Quase o mesmo percentual se reflete em aumento salarial quando a formação acadêmica é mensurada como variável determinante para mensurar a remuneração. Gerentes com mestrado ou doutorado, por exemplo, recebem quase 30% a mais que gerentes que só possuem curso superior.

Fonte: O Povo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s