Gerenciamento de projetos é decisivo às obras da Copa

Os desafios gerenciais da construção de estádios para a Copa do Mundo de 2014 serão conhecidos em evento internacional, em São Paulo.

EstádioO Brasil experimenta um momento de grandes investimentos no setor de infraestrutura, com o incentivo de programas governamentais e da realização da Copa do Mundo em 2014 e dos Jogos Olímpicos em 2016. Segundo o ranking da ICCA (International Congress and Convention Association), o País ocupa a 7ª posição e destaca-se mundialmente por sediar eventos internacionais.

Nesse cenário, o gerenciamento de projetos assume função decisiva como organizador dessas demandas e ferramenta de suporte para as empresas envolvidas superarem os desafios na execução das obras, cumprimentos de orçamentos propostos e prazos estabelecidos.

Exemplo emblemático é a contribuição do gerenciamento de projetos na corrida contra o tempo para a entrega dos estádios para a realização da Copa do Mundo no Brasil em 2014. A menos de 300 dias para o início das atividades, as obras avançaram em tempo recorde e o cenário é positivo para o evento. A Arena Amazônia, em Manaus, por exemplo, será entregue em dezembro deste ano.

O estádio, que será palco de quatro jogos da Copa de 2014, recebeu elogios da Fifa, teve avanço de 12 pontos percentuais no índice de conclusão entre julho e agosto e está atualmente com 77,82% das obras concluídas. Segundo o gerente de projetos, Aldo Dórea Mattos, o grande desafio deste estádio foi a ingerência política e alterações de escopo impostas pela FIFA depois de contratada a obra. Mattos ministrará a palestra “Desafios Gerenciais da Construção de um Estádio da Copa – O Caso da Arena da Amazônia”, durante a 3ª edição do Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos.

Encontro

Entre os dias 16 e 18 de setembro, o PMI – São Paulo organiza, em São Paulo, a 13ª edição do Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos, com participação de 33 palestrantes do Brasil e de outros países. Eles trarão a público o que vem sendo desenvolvido no universo acadêmico e empresarial e aplicado por profissionais no gerenciamento de projetos dos mais diversos segmentos de atuação. Para o evento, são esperados cerca de 850 profissionais de empresas da iniciativa privada, pública e do cenário acadêmico, que discutirão as tendências desta especialização que vem ganhando destaque na formação de profissionais.

Na programação, palestras como Gestão de Projetos de Tecnologia na Ecorodovias; Desafios Gerenciais da Construção de um Estádio da Copa – o Caso da Arena da Amazônia; Gestão de Aspectos Intangíveis dos Projetos; Metodologia de Gerenciamento de projetos para Reconstrução Pós-desastre; Desafios do Gerenciamento de Projetos na Área de Óleo e Gás; Gerenciamento de Programas Complexos de Inovação no Governo de Minas Gerais; Gestão Estratégica de Riscos; Incerteza Previsível x Incerteza Imprevisível, entre várias outras palestras. Esta edição comemora também os 15 anos do PMI – São Paulo, com um coquetel que finaliza os trabalhos do seminário.

Fonte :  Grandes Construções

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s