Um novo uso para o papelão

Peças leves, fáceis de montar, com baixo custo em relação às versões tradicionais e que podem ser montadas ou desmontadas a qualquer momento. Esses são alguns dos resultados de aplicar o design ao papelão. Longe de ser apenas um material descartável, ele é usado como matéria-prima dos móveis criados pela 100t, loja instalada em São Paulo (SP), especializada na produção desse tipo de produto, seja em pequena ou larga escala.

blog 1

blog 2

“A ideia já é muito difundida na Europa e resolvemos trazê-la para o Brasil”, diz Daniela Bueno, sócia da empresa inaugurada em 2011, depois de dois anos de pesquisa sobre a aplicação do papelão. “A receptividade do público tem sido ótima e atendemos de empresas à pessoas físicas. Além disso, o conceito da compra inteligente, de adquirir um produto reciclável, é algo que interessa a todas as classes sociais”, ressalta.

A agência holandesa de publicidade, Nothing Offices, provou isso montando um escritório inteiro só de papelão. Mesas de reunião, escrivaninhas, escada… São 500 metros quadrados do material transformado em 1500 peças.

Na mobília, só ficou de fora os sofás e cadeiras, pois, de acordo com a equipe, os assentos com o material não são muito confortáveis para enfrentar longas horas de trabalho.

Mas a novidade fica por conta da empresa australiana, Karton, que trabalha com móveis produzidos apenas com papelão.

As peças são fáceis de montar, não precisam de parafusos e suportam o calor produzido por eletrônicos e por fios condutores.

A linha inclui móveis como cama, mesas, bancos, cadeiras, armários, prateleiras e até com um porta livro, revistas, DVDs, em formato de ovelha.

blog 3

blog 4

Móveis de papelão podem ser uma boa alternativa para criar um ambiente moderno, criativo e com pouco dinheiro.

Cada vez mais a sustentabilidade desperta o interesse dos consumidores e mais empresas investem em produtos com conceito ecológico. É o caso de uma fábrica que produz móveis de papelão. As peças são fáceis de montar: tudo é feito com dobraduras e encaixes e dispensa o uso de cola. As peças custam entre US$ 12 e US$ 328. E pelo jeito a ideia foi muito bem aceita, pois alguns móveis já estão esgotados.

Fonte: Web Casas , G1 , Eco Hospedagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s