Chernobyl recebe um novo sarcófago projetado para durar 100 anos

A maior estrutura móvel terrestre já construída será utilizada para cobrir as dimensões do maior acidente nuclear da história. Em dezembro de 2017, será alocado o sarcófago que contém 36 toneladas de aço sobre o Reator 4, na Ucrânia, confinando com segurança as suas intensas atividades radioativas. 

Image result for acidente chernobyl em 1986

O acidente ocorrido em 1986 já possuía uma estrutura para selar as complicações acerca da radiação. Ela foi construída dentro de um período de 6 meses após o acidente e levava aço e concreto em sua composição. Entretanto, essa estrutura não era completamente estável, o que implicava em possíveis problemas acerca da segurança.

Novo Sarcófago

Apesar de ser estritamente necessária a construção de um novo sarcófago, ele tinha que possuir dimensões colossais, já que as demolições das estruturas de resguardo antigas teriam que ocorrer dentro dele, uma vez que não se podem deixar os remanescentes do reator expostos ao ar livre.

Com medidas de 207 metros de largura, 162 metros de extensão e 108 metros de altura, ele foi está sendo construído a 180 metros de distância do Reator 4, local destinado para sua estadia, sendo remanejada para lá a partir da locomoção por trilhos. Dessa forma, tornou-se a maior estrutura já movida em ambiente terrestre.

A licitação foi delegada em 2007 para a empresa Novarka. Com um custo total de mais de 2,1 bilhões de euros, a construção foi “patrocinada” por mais de 40 países, a Comissão Europeia e o Banco Europeu para Reconstruções e Entregas (em tradução livre).

Instalações destinadas aos resíduos

Fora a parte exposta em primeiro plano, que seria a enorme estrutura, o projeto conta, ainda, com um novo e interino sistema de armazenamento de combustível utilizado, estação de tratamento de resíduos sólidos e líquidos provenientes da radiação e um complexo para armazenamento de resíduos sólidos provenientes de outras fontes. Todos eles foram projetados com uma vida útil de 100 anos.

Traduzido por: Renan Melo, Bolsista do PET Civil UFC 


Matéria em Inglês:

Chernobyl gets a new 100-year-tomb

The world’s largest moving land structure now covers the site of the world’s worst nuclear accident. In December 2017 engineers pushed a vast 36,000 tonne steel tomb over the highly radioactive remains of Chernobyl reactor 4 in Ukraine, safely confining it for 100 years.

The reactor remains were buried within six months under a hastily built steel and concrete sarcophagus. However, as described in the ICE’s Civil Engineering journal 10 years later this soon became dangerously unstable (Smith and Larcombe, 1997).

A new tomb

A new tomb was clearly needed, but it had to be big enough and strong enough to allow safe demolition of both the now radioactive sarcophagus and the still very dangerous remains of the reactor.

The 270m wide, 162m long, 108m high steel arch structure was constructed 180m away from unit 4 and jacked into position on PTFE-lined tracks – making it the largest-ever structure to move on land.

The contract was awarded in 2007 to Novarka, a joint venture of Vinci Construction Grands Projets and Bouygues Travaux Publics. The €2.1 billion project has been funded by contributions from more than 40 countries, the European Commission and the European Bank for Reconstruction and Development.

Waste facilities

In addition to the new safe confinement, the paper reports on progress with the design and construction of a new interim spent fuel storage facility, liquid and solid radioactive waste treatment plants and a solid waste storage complex. All have been designed for a 100 year life.

Fonte: ICE – Institution of Civil Engineers

 

Anúncios

Um comentário sobre “Chernobyl recebe um novo sarcófago projetado para durar 100 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s