Arquitetura x Engenharia Civil

Muitas vezes, as pessoas, principalmente para quem não é do setor de construção civil, não sabem diferenciar muito bem as diferenças de atuação dos profissionais de arquitetura e engenharia civil. É bem comum ouvir frases: “Para que engenheiro se eu já tenho o projeto?” ou “Esses projetos são suficiente para construir?! Então, não precisa de mais nenhum!”. É importante entendermos que não é assim. Tanto o Arquiteto quanto o Engenheiro Civil são profissionais muito importantes. Por exemplo, na construção de uma casa, as atividades são distintas e têm grande relevância.

De forma geral, o arquiteto e o engenheiro pode trabalhar em projetos, execução e gestão de obras, mas a grande diferença está na formação acadêmica, focos diferenciados, o que potencializa ambas as áreas.

01. Arquitetura

A formação acadêmica do arquiteto aborda a área mais ‘humana’ da construção, o lado criativo. Os arquitetos são os responsáveis por entender as necessidades e preferências do cliente. No entanto, esse profissional não olha apenas para os desejos do cliente, ele é responsável por otimizar as condições do ambiente, por exemplo.

Segue abaixo as principais áreas de atuação do arquiteto:

Urbanismo

Planejamento da cidade, da região ou do bairro. Engloba transportes, saneamento básico e criação de conjuntos habitacionais. O profissional lida com legislação e tem forte atuação política.

Paisagismo

Projeto de espaços públicos e áreas livres, como praças, parques e bosques, ou ainda de fachadas e jardins residenciais em áreas particulares. A preocupação é com a composição estética da paisagem combinada com a arquitetura.

Arquitetura de interiores

Interferência na estrutura interna de uma construção. Numa empresa, o profissional organiza o espaço interno, interferindo na produtividade e na qualidade do local de trabalho.

Comunicação visual

Criação da identidade visual de empresas e de produtos. Nas cidades, o arquiteto trabalha com questões como poluição visual e visualização de placas. Pode atuar também em desenho industrial, cenografia e cinema.

Tecnologia de construção

Pesquisa e escolha de materiais e de técnicas de construção, melhorando, por exemplo, o aproveitamento da luz e a climatização do ambiente. É fundamental para a redução dos gastos de energia elétrica (iluminação, ar-condicionado).

Projeto

Projeção de edifícios, tendo em vista a funcionalidade, a estética e a técnica.

Preservação do patrimônio

Especialização no conhecimento de técnicas e materiais de restauro, sempre com a preocupação de não danificar as características originais dos edifícios históricos.

02. Engenharia Civil

A formação acadêmica do engenheiro civil aborda a área mais “ciências exatas”, é um curso com uma alta carga de matemática e física. De uma forma geral, o engenheiro e responsável de concretizar, por meios de cálculos estruturais, o trabalho do arquiteto feito no projeto arquitetônico, por exemplo.

Geralmente o engenheiro se envolve mais com a parte estrutural da construção. Ele analisa as forças e cargas a que a edificação estará sujeita, podendo ainda elaborar projetos de instalações.

Segue abaixo as áreas de atuação do engenheiro civil:

Construção urbana

O engenheiro civil nesta área pode projetar, construir, e reformar grandes edifícios e grandes instalações na área urbana, como estádios, shopping, aeroportos.

Estruturas e Fundações

Projeta estruturas e fundações com madeira, aço, concreto, que dão apoio às construções.

Gerência de recursos prediais

Este profissional tem o dever de manter em ordem a infraestrutura de construções, deve prezar e fiscalizar o padrão de qualidade, e como cada espaço será utilizado após seu desenho e sua construção.

Hidráulica e recursos hídricos

São profissionais que tem como função projetar, executar e gerenciar qualquer obra que envolva barragens, canais, reservatórios, sistemas de irrigação, drenagem ou obras costeiras, geralmente trabalham junto de um engenheiro ambiental para não causar danos no meio ambiente ao executar as obras.

Infraestrutura

O profissional desta área tem como função a projeção e construção de obras, como rodovias, ferrovias, viadutos, portos, metrôs, túneis e viadutos.

Saneamento

São profissionais que geralmente trabalham em projetos de estruturas municipais e estaduais, como a elaboração de locais com saneamento básico, como rede de captação e distribuição de água, estação de tratamento de esgoto.
Por fim, é notório que em algumas áreas de atuação os profissionais de engenharia civil e arquitetura atuam em conjunto, cada um executa suas atividades com bastante excelência para realizar o melhor serviço para a sociedade.

Autor: Valeska Ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s