Por que a Torre de Pisa é inclinada?

pisa

Por ter sido construída sobre um terreno de argila e areia, materiais pouco firmes para sustentar uma edificação daquele porte. Projetada para abrigar o sino da catedral de Pisa, no norte da Itália, a torre foi iniciada em 1173: seus três primeiros andares mal tinham acabado de ser erguidos quando foi notada uma ligeira inclinação, devido ao afundamento do terreno e ao assentamento irregular das fundações.

Continuar lendo

Anúncios

Graute: O que é? Quais Vantagens, Tipos e Aplicações ele apresenta?

Com composição e função que se diferenciam do concreto, material é adequado para preencher vazios de concretagem.

graute é um tipo de concreto ou argamassa de alta resistência utilizado para preencher vazios de concretagem, também conhecidos como bicheiras. Seu grande diferencial é a consistência fluida, que dispensa o adensamento com vibrador. Essa característica decorre de sua composição – as britas, por exemplo, são de pequena dimensão (agregados miúdos), enquanto a quantidade de cimento Portland é até cinco vezes superior à utilizada na mistura do concreto convencional. O graute recebe, ainda, aditivos superplastificantes, que ajudam a equilibrar a quantidade de água no traço, sem comprometer o desempenho do material.

O produto também se destaca por alcançar alta resistência inicial e final em curto período, liberando rapidamente as fôrmas e a estrutura. Outra vantagem do material é que ele assegura maior proteção contra os efeitos da corrosão, pois possui baixa permeabilidade. Além disso, garante melhor acabamento e proporciona boa trabalhabilidade e performance elevada, mesmo em severas condições de aplicação.

Por apresentar essas condições, o graute pode ser utilizado em outras aplicações, como preenchimento de colunas de alvenaria estrutural; reforço e recuperação de estruturas; encamisamento; fixação de máquinas e equipamentos a uma base (para suportar a distribuição de cargas uniformes) e até mesmo ancoragem e chumbamento de tirantes e fixadores.

Principais componentes do graute:

  • Cimento Portland;
  • Adições minerais: pozolanas, sílica ativa, filler calcário ou cargas minerais;
  • Aditivos em pó: superplastificantes, aditivos antilavagem dos finos e expansores retentores de água;
  • Agregados (areia e pedrisco): de origem quartzosa, granitos ou areia de sílica;
  • Polímeros (acrilatos ou SBR).

Tipos de graute

O mercado classifica os grautes em dois tipos. O primeiro é à base mineral, ou cimentício, que é destinado a uso geral em construções e indústrias; obras de reparo; aplicações submersas; injeções (com agregados menores que 75 mícrons); e execuções sob altas temperaturas.

Já o segundo é de base orgânica, ou de resinas, aplicado em situações específicas que pedem alta aderência, resistência mecânica a ataques químicos e a óleos, além de boa capacidade para absorver vibrações. Também é utilizado para grauteamento de túneis e cabos de protensão, bem como em grauteamentos geotécnicos.

Industrializado é mais seguro

Para obter melhores resultados na aplicação – principalmente em casos de reparo estrutural, que necessitam de maior resistência – recomenda-se o uso do graute industrializado. Ele chega pré-misturado, exigindo apenas a adição de água. É, também, uma solução mais homogênea, além de passar por um rigoroso controle de qualidade em sua fabricação. De qualquer maneira, é indicado especificar fabricantes reconhecidos no mercado.

Fonte: Mapa da obra

Coprocessamento: Cimento Vs. Sustentabilidade

Resultado de imagem

A crescente geração de resíduos industriais e urbanos, que acompanha o desenvolvimento do País, exige uma busca constante de soluções ambientalmente adequadas para o manejo e a destinação correta de materiais inservíveis. A indústria de cimento desenvolve uma opção para eliminar por completo materiais descartados e resíduos de diversas atividades industriais. O coprocessamento em fornos de cimento se apresenta como uma alternativa de destruição ambientalmente adequada para uma variedade de resíduos, incluindo os sólidos urbanos. A tecnologia consiste na destruição térmica dos resíduos com a substituição parcial da matéria-prima e/ou do combustível. Somente em 2011, foram coprocessadas 1,16 milhão de toneladas de resíduos por meio dessa tecnologia.

Continuar lendo

O céu não é limite! Conheça as mais recentes inovações para elevadores.

Com o passar dos anos, as aglomerações humanas foram crescendo a tal ponto que a única alternativa encontrada pelos urbanistas de acomodar mais e mais pessoas nas grandes cidades foi à verticalização. Esse desafio se mostrou difícil a partir do momento que os edifícios construídos eram mais e mais altos. Foi preciso encontrar, então, um jeito novo e eficiente de levar os usuários rapidamente aos seus devidos destinos. E foi assim, no final do século XIX, que Elisha Graves Otis e Werner von Siemens lançaram as primeiras inovações para elevadores de passageiros, que mudaram radicalmente os rumos da construção civil.

Continuar lendo

Como foi construído o Eurotúnel, o Maior Túnel Submarino do Mundo?!

Resultado de imagem para eurotúnel

Com furadeiras gigantes que escavaram a terra abaixo do leito marítimo. Inaugurado em 4 de maio de 1994, o túnel liga Folkestone, no sul da Inglaterra, a Coquelles, no norte da França, passando por baixo do Canal da Mancha. Possui 50,5 km de extensão, dos quais 37,9 estão abaixo do mar – seu ponto mais baixo fica a 75 m de profundidade. A megaobra empregou 13 mil trabalhadores e levou seis anos para ficar pronta – tempo relativamente curto para um trabalho tão grande. O projeto já era pensado desde 1802, quando o engenheiro francês Albert Mathieu propôs a construção de um túnel para carruagens com uma ilha no meio para troca dos animais. A ideia de uma ligação entre os países foi descartada pela Inglaterra na época, que temia ficar vulnerável à invasão de inimigos.

Continuar lendo

Saiba mais sobre concreto celular

Na década de 1920, o arquiteto Johan Axel Eriksson aperfeiçoou um tipo de concreto leve, composto de cimento, água e agregados convencionais, como brita e areia. Essa pasta era diferente dos materiais, então, existentes. Em seu processo de fabricação, pequenas bolhas de ar eram incorporadas à mistura, formando uma espécie de massa espumosa – que foi chamada, anos depois, de concreto celular.

Continuar lendo

Painéis Fotovoltaicos Flutuantes?!

De acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA), a participação da energia solar na matriz energética mundial vem aumentando nos últimos anos, principalmente com a utilização de placas fotovoltaicas.

Espera-se que o incentivo ao uso de energias limpas possa reduzir a tendência de aquecimento global observada nas últimas décadas, em decorrência da utilização de combustíveis fósseis em larga escala. Segundo relatório anual da agência espacial americana (NASA), 2016 foi o ano com as maiores temperaturas médias de todos os tempos no globo, indicando a urgência da reversão do quadro.

Continuar lendo

Os 10 prédios mais sustentáveis do mundo

Sustentabilidade é uma característica ou condição de um processo ou sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. Ultimamente, este conceito tornou-se um princípio segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.

Continuar lendo