Mola Model : Engenharia Estrutural

O Mola Model é um modelo didático para observar o comportamento das estruturas através de peças magnéticas que auxiliam a visualização dos movimentos e deformações das mesmas.

Esse material foi desenvolvido pelo arquiteto brasileiro, Márcio Sequeira, em seu projeto de dissertação na pós-graduação – mestrado em Arquitetura, pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. O idealizador sentiu a dificuldade encontrada pelos alunos na disciplina de Estruturas, no quesito de abstração e, a partir disso, desenvolveu um modelo que auxiliasse nesse aspecto e que, também fosse tátil e prático.

imagem 1 (1).jpg

Márcio Sequeira durante a primeira apresentação do Mola. Belo Horizonte, Brasil, 2005
Fonte: Mola Model Page

O Modelo foi desenvolvido e aperfeiçoado ao longo de 10 anos, contando com ensaios que justificasse seu uso e sua precisão cientifica na similaridade ao que ocorre na realidade. E, se torna uma ótima ferramenta a alunos de engenharia civil e arquitetura, para auxiliar na abstração e entendimento geral da estrutura. Com ele, podemos observar os momentos, comprimento de flambagem, demonstrar estruturas vagonadas, treliças, grelhas, pórticos, balanços.  Ou seja, é possível visualizar deformações e deslocamentos de estruturas, observar por exemplo:

  • Estabilidade estrutural;
  • Deslocamentos e deformações;
  • Comportamento de acordo com tipos de carregamentos;
  • Comportamento de acordo com diferentes condições de contorno;
  • Influência da forma;
  • Processo de montagem.

 

imagem 5.png

imamgem 6.png

 

imagem 7 (1).png

 

Fonte: https://petcivilufjf.wordpress.com/2015/12/10/mola-structural-model/

 

Esse modelo palpável com sua praticidade e aproximação da realidade, além de se criar modelos novos, pode-se reproduzir estruturas, como as abaixo:

 

imagem2.png

Arquitetura: Francisco Luiz Muniz Deusdara, Francisco Expedito Muniz Deusdara e Daniela Alcântara. Estrutura: Paulo André Brasil Barroso. Fabricação e Montagem: Alusud e Cibresme. Construtora: Queiroz Galvão. Cliente: Infraero. Construção: 1998. Local: Fortaleza – CE (DIAS, 2001).

 

imagem 3.png

Arquitetura: Siegbert Zanettini. Colaboração: Ubirajara de Freitas. Estrutura: Ernesto Tarnoczy Jr. Fabricação e Montagem: ALUFER. Construção: 1988. Local: São Paulo – SP (DIAS, 2002a).

 

iamgem 4 (1).png

– Tribunal de Contas da União no Estado de Alagoas Arquitetura: João Filgueiras Lima, Lelé. Estrutura: Roberto Vitorino. Fabricação, Montagem e Construção: CTRS. Cliente: Tribunal de Contas da União. Construção: 1997. Local: Maceió – AL (DIAS, 2001).

Fonte Mestrado:
MODELO ESTRUTURAL QUALITATIVO PARA PRÉ-AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO DE ESTRUTURAS METÁLICAS
MÁRCIO SEQUEIRA DE OLIVEIRA

 

 

O Mola Model 1, para ser desenvolvido inicialmente contou com o crowdfunding, que foi um real sucesso, assim de mesma maneira foi desenvolvido o Mola Model 2 e está sendo desenvolvido o Mola Model 3. Cada novo pacote contém peças diferenciadas que auxiliam a construção de modelos cada vez mais próximos da realidade, mas ainda conectam todos entre si, permitindo um grande leque de possibilidades.

As peças constam basicamente nas peças: base metálica (terreno), peças fundações, de ligação grande e pequenas (simulam vigas e colunas), de corpos rígidos (simulam lajes e paredes), conexões (esferas), tirantes grandes e pequenos e peças de estruturas rígidas.

 

imagem 8.png

Fonte Mola Model

 

Esse modelo é utilizado não apenas no Brasil, tendo grande visibilidade ao redor do globo, recebendo inclusive indicações de grandes nomes da área:

“Usar molas, imãs e diferentes conexões é uma excelente ideia. Ainda não vi outro modelo capaz de demonstrar tantos fenômenos estruturais como o Mola.”

Dr. Eng. Alain Nussbaumer | Prof. do Instituto de Engenharia Civil (IIC) da Ecola Politécnica Federal de Lausanne, Suíça.

 

“O entendimento das estruturas é aspecto fundamental na criação da arquitetura. O Modelo Estrutural Mola é uma ferramenta excelente para a visualização dos fenômenos estruturais.”

Dr. Arq. Siegbert Zanettini | Prof. Faculdade de Arquitetura, Universidade de São Paulo – USP, Brasil.

.

Além disso, escolas de engenharia já reconhecem o auxílio que esse modelo traz, e junto a isso a imersão nas estruturas e divertimento nas aulas mais massivas, e algumas, como o IME – Instituto Militar de Engenharia, bem como da Universidade Federal do Paraná já utilizam o material nas aulas do curso de graduação, como auxilio didático aos alunos. Além disso, o material é usado para Campeonatos de Mola, em universidades como Universidade Federal de Juíz de Fora, onde a abstração e uso de conhecimentos técnicos para construção de modelos e reprodução de estruturas são desafiados.

 

imagem 9.png

 

imagem 10 (1).png

 

imagem 11 (1).png

 

iamgem 12 (1).png

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s