Investimento em infraestrutura será motor do crescimento do País, avalia Ministério da Fazenda

Os economistas do Ministério da Fazenda avaliam que obras de infraestrutura serão um dos principais motores do crescimento do Brasil de 2012 a 2014. De acordo com o último boletim “Economia Brasileira em Perspectiva”, publicado pela Secretaria de Política Econômica, os investimentos  em segmentos essenciais de infraestrutura no período terão expansão de 54%, em comparação com os anos de 2006 a 2009, somando R$ 381 bilhões.

O valor previsto para aporte em infraestrutura no quadriênio é superado apenas pelo previsto nos setores de edificações (R$ 607 bilhões) e indústria (R$ 603 bilhões). O setor de petróleo e gás, mesmo com a perspectiva de investimento no Pré-Sal, deverá investir R$  378 bilhões no período, R$ 3 bilhões menos do que o previsto em infraestrutura.  Continuar lendo

Anúncios

Construção civil contratou 33,8 mil trabalhadores em maio

Setor, que registrou aumentou de 1,15% no número de contratos de trabalho com carteira assinada, espera crescimento de 5% no PIB com o aquecimento do mercado

Thays Tateoka

Pesquisa mensal realizada pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação getúlio Vargas) registrou a contratação de 33,8 mil trabalhadores com carteira assinada na construção civil, elevando o nível de empregos formais em 1,15% no mês de maio em comparação a abril.

Continuar lendo