Saiba mais sobre a construção do Museu do Amanhã no Rio de Janeiro

A Cidade Olímpica divulgou na última semana imagens da construção do Museu do Amanhã, que estão em fase de acabamento na Praça Mauá, na Região Portuária do Rio de Janeiro. Projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, a estrutura recebe atualmente os últimos reparos na cobertura e nas instalações internas, e deve ser entregue ainda este ano.

g506035O empreendimento orçado em R$ 215 milhões é executado em uma área de 30 mil m² pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp) e a Concessionária Porto Novo. Além de jardins arborizados no entorno do edifício de 15 mil m², foram construídas áreas de lazer e ciclovias.

g506038 O museu abrigará ainda uma loja, auditório, salas de exposições temporárias, restaurante, escritórios administrativos e espaço para pesquisas e atividades educacionais. O piso superior, ligado ao piso térreo por meio de rampas, receberá espaços para exposições de longo prazo, um café e um mirante panorâmico.

g506042 O projeto de Calatrava é caracterizado principalmente por sua cobertura, que é composta por 48 peças de aço e que se assemelham a asas. A estrutura se movimentará ao longo do dia, conforme a posição do sol, e abrigará placas fotovoltaicas para captar a luz solar e transformá-la em energia elétrica.

Outra característica sustentável do projeto, que objetiva a obtenção da certificação Leadership in Energy and Environmental Design (Leed), concedida pelo Green Building Council (USGBC), é a instalação de tanques no subsolo, que farão parte dos sistemas de reaproveitamento das águas da Baía de Guanabara, além de dois para armazenamento de água potável.

g506044 Mas o processo de construção do Museu do Amanhã foi atribulado. As obras, iniciadas no começo de 2010, já foram adiadas algumas vezes. A última data prevista para a entrega seria em março deste ano, no aniversário da cidade, mas um novo atraso aconteceu e a previsão, neste que é o 5º prazo anunciado, é de que até o final de 2015 o Museu do Amanhã será inaugurado. A obra já foi, inclusive, marcada por protestos pela morte de um operário.

g506047O arquiteto responsável pelo projeto, Santiago Calatrava, foi o vencedor do Prêmio Europeu de Arquitetura 2015, em que são premiados os profissionais que mais contribuíram para a sociedade com seus trabalhos. As obras do arquiteto destacaram-se entre o júri por fundirem, além dos conhecimentos arquitetônicos, a engenharia e a arte. Mas os projetos de sua autoria chamam a atenção também por polêmicas, como problemas relacionados à estrutura e aos altos custos, como é o caso de uma ponte em Veneza, na Itália, e da Ópera de Valencia, na Espanha, ambas projetadas por Calatrava.

Fonte: Blog da Engenharia e Téchne

Anúncios

Novo sistema solar híbrido para coberturas de edifícios gera eletricidade e calor

oi

Engenheiros da Universidade Brunel de Londres estão desenvolvendo um novo sistema solar híbrido, dirigido a coberturas de edifícios de habitação, que permite suprir simultaneamente as necessidades domésticas de calor e eletricidade. No coração da tecnologia está uma matriz de tubos de calor supercondutores que transporta água quente para o interior e evita o sobreaquecimento das células solares fotovoltaicas.

Em geral os sistemas fotovoltaicos produzem tanto mais energia quanto maior a intensidade da luz solar incidente. No entanto, quando sobre-expostos ao calor solar, os painéis fotovoltaicos tendem a aquecer excessivamente, o que degrada a sua capacidade de produzir eletricidade.
A malha de tubos supercondutores permite dissipar parte do calor, evitando que a capacidade de transformação de luz solar em energia elétrica sofra quebras significativas.
Esse calor, transferido para a água em circulação no interior da matriz de tubos é conduzido para o interior dos edifícios e libertado, nos locais e alturas certas, através do radiadores distribuídos pelos compartimentos. Quando requerido essa água é também integrada diretamente no sistema doméstico de abastecimento de água quente.
Um dos grandes inconvenientes do uso de coberturas solares tradicionais, o aquecimento excessivo da habitação devido à condução direta do calor do telhado para o interior, é também ultrapassado.

Este novo sistema é modular, tendo os painéis sido dimensionados para se encaixarem facilmente entre si, como se de peças de Lego se tratassem. Como os elementos ficam perfeitamente alinhados e sem folgas intermédias, a cobertura solar oferece maior estanquidade evitando que as zonas mais vulneráveis da estrutura de cobertura fiquem expostas às agressões climatéricas.

Os ensaios realizados pela Universidade Brunel permitiram apurar um incremento de 15% no desempenho do sistema fotovoltaico, em comparação com sistemas convencionais que não utilizam qualquer dispositivo de dissipação de calor.

oi2

oi3

oi4

Fonte: Site Engenharia Civil

China’s NEW “Over-Water” Highway

Proposed back in 2013, China opens their newest engineering masterpiece on August 9th 2015. Locals have been referring to it as the “Over-Water” highway. It’s the first eco-friendly highway built over water in China and boasts beautiful scenic views spanning a 10.9km distance around the country’s mountainous Hubei Province landscape. A 4.4km section of the highway was built over the river valley and connects to the G42 express highway which links Shanghai to Chengdu.

high

Continuar lendo

Nova “Estrada sobre a água” é inaugurada na China

Proposta novamente em 2013, a China inagura sua mais nova obra-prima da Engenharia em 9 de agosto de 2015. Moradores estão se referindo a ela como a auto-estrada “Over- Water” (“Sobre a água” em português). É a primeira rodovia ecológica construída sobre a água na China e possui belas vistas panorâmicas que abrangem uma extensão em torno de 10,9 km de paisagem montanhosa do país, na Província de Hubei. Uma seção de 4,4 km da rodovia foi construída sobre o vale do rio e se conecta à rodovia expressa G42, que liga Xangai a Chengdu.

Continuar lendo