Construção civil movimentará R$139 bi no Pará

A construção civil se mantém aquecida no Pará e prevê investimentos de cerca de R$ 139 bilhões no Estado até 2016. Isso deve gerar em torno de 85 mil novos empregos, segundo informação divulgada pelo presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará (Sinduscon-Pa), Marcelo Castelo Branco, durante seminário promovido ontem pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp), para discutir as perspectivas para o setor.

“Em 2011, a construção civil foi um dos setores da economia que mais contribuíram para o crescimento econômico do Estado e liderou o ranking de contratações formais durante todo o ano”, reforçou Castelo Branco.
Continuar lendo

Reforma de laje pode ter causado desabamento no ABC

Uma reforma na laje do último andar do prédio por conta de infiltração de água pode ter causado o desabamento parcial do edifício Senador, em São Bernardo do Campo, na região do ABC. O reparo ocorreu no 13º andar, a cerca de dois metros de distância onde ocorreu a queda do bloco da laje, afirmou o delegado Victor Vasconcellos Lutti, do 1º Distrito Policial (DP) de São Bernardo do Campo.

Uma criança morreu, uma mulher de 25 anos está desaparecida e seis pessoas ficaram feridas no acidente. Um buraco de cerca de 10 metros de diâmetro se abriu na laje, atingindo todos os 14 andares. Por volta das 17h, o Corpo de Bombeiros continuava as buscas pela enfermeira Patrícia Alves, que desapareceu no acidente. Os bombeiros descartaram a hipótese de haver outras vítimas nos escombros.

Créditos: Folhapress

O prefeito de São Bernardo disse que não é possível dizer se o prédio havia sofrido alguma alteração

Continuar lendo

Em SP e no DF, programa Minha Casa Minha Vida não sai do papel

RIO – Em São Paulo e no Distrito Federal, o programa Minha Casa Minha Vida, para pessoas de baixa renda (de 0 a 3 salários mínimos), ainda não saiu do papel. Em 2011, segundo o Sindicato da Indústria da Construção Civil do estado de São Paulo (Sinduscon/SP), nenhuma unidade foi construída pela iniciativa privada no município. Balanço do Sinduscon/DF mostra que nem a iniciativa privada nem o governo construíram qualquer imóvel para essa faixa de renda na região. Com as mudanças anunciadas pelo governo federal para o Minha Casa Minha Vida 2, Sérgio Watanabe, presidente do Sinduscon/SP, diz acreditar que o problema persistirá.

Continuar lendo

Empreendimentos na Grande BH utilizam a tecnologia em larga escala

Arenas esportivas, fábricas, conjuntos habitacionais e outras edificações são favorecidas do ponto de vista de prazo, economia de custo final e canteiro racionalizado

Elementos pré-fabricados vivem um momento favorável.  A falta de mão de obra na construção — que pode ser compensado com o uso intensivo de componentes prontos para obra —, cronogramas e orçamentos apertados — tornam a pré-fabricação mais competitiva — e a própria difusão da tecnologia no País dão sustentação à afirmativa.

Continuar lendo

Rio de Janeiro iniciará obras de seus primeiros reservatórios

Projeto que pretende acabar com os alagamentos no Maracanã e Praça da Bandeira desviará águas do rio Joana por meio de galeria até a baía da Guanabara

A Rio-Águas iniciará no dia 28 de janeiro as obras para acabar com os alagamentos na região do Maracanã, Praça da Bandeira e toda região da Tijuca. A solução envolve a construção de quatro reservatórios de acumulação e o desvio de parcela das águas do rio Joana, que desembocaria no Canal do Mangue, para a baía de Guanabara por meio de uma galeria. Uma parcela das águas do Rio Maracanã também será desviada para o Rio Joana evitando, assim, transbordamento no Canal do Mangue.

Continuar lendo

Construção civil inicia o ano com o pé no freio

São Paulo O setor de construção civil começa 2012 mais frio, tanto na atividade da indústria – obras de infraestrutura, edifícios e serviços relacionados – quanto no crédito imobiliário residencial. Segundo dados da CNI (Confederação Nacional da Indústria), o nível de atividade da construção, considerando todos os nichos, ficou abaixo dos 50 pontos pelo quinto mês seguido, em dezembro de 2011. Resultado menor que 50 pontos significa retração.
Continuar lendo

Norma de Desempenho passará a ser exigida somente em março de 2013

A NBR 15.575 – Norma de Desempenho só deverá ser exigida a partir de março de 2013. Os seis projetos para prorrogação do prazo da norma foram aprovados por mais de 90% dos votantes que participaram da consulta nacional no site da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Norma trata de imóveis de até cinco pavimentos

Inicialmente com exigibilidade prevista para 12 de novembro de 2010, a grande mobilização em massa, com cerca de 17 mil votos em consulta pública, reabriu a comissão de estudos e conseguiu prorrogar o prazo de exigibilidade para 12 de março de 2012. A revisão do texto, para tanto, deveria ter sido concluída em setembro de 2011. Em janeiro de 2011, foram apresentadas quase 5 mil propostas de modificações. Continuar lendo

Fortaleza dá início às obras de mobilidade urbana para a Copa de 2014

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, assinou ontem a Ordem de Serviço para o início das obras de mobilidade urbana na capital cearense referentes à Copa do Mundo de 2014. De acordo com a prefeitura, o objetivo é que os trabalhos comecem ainda no mês de janeiro, sendo que todas as obras deverão ser finalizadas até agosto de 2013.

Continuar lendo

Setor imobiliário se prepara para crescer menos em 2012

Na esteira da desaceleração já vista em 2011, o calo parece ter apertado mais para o mercado imobiliário brasileiro, que começa a ver a euforia desenfreada de 2010 ser substituída por preocupação e cautela, cenário que tende a se manter este ano. Na visão de especialistas que acompanham o setor, esse desaquecimento, que resultou em crescimento menor no ano passado, deve se intensificar nos próximos meses, com as empresas tendo de administrar altos volumes de lançamentos, endividamento considerável e necessidade de gerar caixa.

“Vamos ver um crescimento menor que em 2011, que foi o começo do período de ajuste”, disse à Reuters o analista Marcelo Motta, do JPMorgan. “As empresas sofreram com falta de planejamento, queriam crescer demais, entrar em novas regiões onde nem sempre havia escala para operar, o que prejudicou as margens”. Continuar lendo

Governo do Paraná cria programa de residência técnica para engenheiros civis e arquitetos

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, firmou uma parceria com o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para a criação do Programa de Residência Técnica para Engenheiros e Arquitetos. A iniciativa prevê treinamento e formação especializada em obras públicas para recém-formados das universidades estaduais nas áreas de engenharia e arquitetura, a exemplo do que acontece com os profissionais da saúde com a residência médica.

Continuar lendo