Conheça projeto que moveu prédio de 6,2 toneladas de lugar

Uma enorme operação de engenharia chamou atenção do mundo inteiro ao servir como uma alternativa milionária para salvar um prédio histórico em Zurich que estava sendo ameaçado de ser demolido para dar passagem à expansão dos trilhos da estação ferroviária Oerlikon.

O prédio, conhecido pelo nome MFO (Maschinenfabrik Oerlikon), é uma grande estrutura de com tijolos, construída em 1889, com 80 metros de comprimento, 12 metros de largura e que pesa cerca de 6.200 toneladas. Hoje o edifício abriga a administração da empresa Oerlikon. Foi construído como uma antiga fábrica de ferramentas e maquinários e é atualmente um dos últimos imóveis remanescentes da era industrial no norte de Zurich.

g1

O edifício de 124 anos de idade foi deslocado por 60 metros para oeste utilizando 500 cilindros posicionados sob o edifício, duas prensas hidráulicas que ‘empurravam’ o edifício e outras duas que estavam posicionadas para corrigir qualquer desvio de percurso que pudesse ocorrer.

g2

O projeto foi preparado em dois anos e o re-posicionamento, que ocorreu em maio de 2012, durou dois dias. A operação toda foi financiada pela empresa de investimentos imobiliários Swiss Prime Site e custou 13.490.000,00 francos suíços, correspondente a cerca de 32.250.000,00 reais.

g3

Um fato interessante é que essa não é a primeira operação do tipo realizada pela empresa Swiss Prime. Ela já moveu restaurantes, igrejas e pontes nos últimos 60 anos. Em 1960, a empresa foi contratada pela rainha Astrid, da Bélgica, para mover um edifício de 160 toneladas em Küssnacht por 50 metros para dar caminho para a construção de uma nova estrada. Mas de fato, o MFO é o maior edifício que já foi re-posicionado.

Confira abaixo o vídeo de toda a operação, filmado e transmitido ao vivo pela empresa Swiss.

Fontes: Zurich4you, Swiss-Prime, G1, Opais

Anúncios

Maravilhas da Engenharia #2: Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo!

Dubai é a cidade mais populosa dos Emirados Árabes Unidos e ficou extremamente conhecida por ser moderna e futurista, além disso a cidade possui possui o Burj Khalifa, detentor do invejável título de maior prédio do mundo.

Com 828 metros de altura e 168 andares, o Burj Khalifa pode ser visto com até 95 quilômetros de distância. Sua construção começou em 21 de Setembro de 2004, sendo inaugurado no dia 04 de Janeiro de 2010.

Chamado de Burj Dubai durante toda a obra – que em árabe quer dizer a Torre de Dubai –, o arranha-céu teve o nome modificado para Burj Khalifa no dia da inauguração em homenagem ao presidente então dos Emirados Árabes, Khalifa Nahyan.

Construção

O processo de construção do Burj Khalifa necessitou de uma combinação de ideais visionários e de uma ciência sólida. Com isso, o projeto conquistou vários recordes mundiais:

• Edifício mais alto do mundo
• Maior estrutura independente do mundo
• Maior quantidades de andares em um edifício
• Mais alto andar ocupado no mundo
• Mais alta plataforma de observação ao ar livre no mundo
• Elevador que percorre a maior distância do mundo

Os trabalhos de escavação começaram em janeiro de 2004 e, nos anos seguintes até sua conclusão, o prédio passou por muitos marcos importantes para atingir seu objetivo de construir a estrutura mais alta feita pelo homem que o mundo já viu.

Mais de 45.000 m³ de concreto, que pesam mais de 110 mil toneladas, foram usados para construir a fundação de concreto e de aço, que possui 192 pilares enterrados com mais de 50 m de profundidade. A construção do Burj Khalifa usou 330.000 m³  de concreto e 39.000 toneladas  de vergalhões de aço.

O revestimento exterior do Burj Khalifa começou em maio de 2007 e foi concluído em setembro de 2009. O  projeto envolveu mais de 380 engenheiros qualificados e técnicos locais.

Além disso, a torre conseguiu um recorde mundial pela mais alta instalação de uma fachada de alumínio e de vidro, com uma altura de 512 metros. O peso total do alumínio usado no Burj Khalifa é equivalente ao de cinco aeronaves A380.

Veja uma animação do processo de construção:

Realçando a grandeza

Sua grandeza fica ainda mais evidente se comparada a outras construções famosas: ele ultrapassa em mais de 300 metros o segundo prédio mais alto do mundo, o Taipei 101, em Taiwan. É também duas vezes maior do que o Empire State, em Nova York.

A imagem abaixo surpreende ainda mais ao mostrar a comparação da altura do Burj Khalifa com outras grandes e renomadas estruturas pelo mundo.

Elevadores

Burj Khalifa possui 57 elevadores e 8 escadas rolantes. O elevador de serviço possui uma capacidade de 5.500 kg e é considerado o elevador de serviços mais alto do mundo.

Burj possui elevadores programados para permitir uma evacuação controlada causada por fogo ou por certos eventos de segurança.

O observatório Burj Khalifa possui elevadores-táxis de cabine dupla, com capacidade de 12-14 pessoas por cabine. Viajando a 10 metros por segundo, eles são os elevadores que percorrem a distância mais longa do mundo.

Mais curiosidades

– O deque de observação “At The Top” do Burj Khalifa, localizado no 124o andar, é uma das principais atrações turísticas da cidade. Do topo, pode-se ver uma vista em 360do oceano, do deserto e da cidade.

– Visto de cima, o Burj Khalifa forma uma flor-de-lis

– Para limpar todas as janelas de Burj Khalifa, seria necessário, pelo menos, 4 meses

– Os aços que foram precisos para construír Burj Khalifa, daria para construír uma ponte chegando até 1/4 do planeta Terra (Dos Estados Unidos ao Oriente Médio)

Mais fotos

Fontes: Wikipedia, Burj Khalifa, iG, Guia em Dubai

Construção de edifícios multiusos da Nova Arena do Palmeiras está em fase final

Prédios serão entregues em fevereiro de 2012. Já no novo estádio, a demolição vai sendo concluída e parte dos pilares das arquibancadas está instalada

Ana Paula Rocha

As obras no novo estádio do Palmeiras seguem em ritmo acelerado. O edifício de quadras e o de uso múltiplo, que somam cerca de 23 mil m² de área construída, já estão em fase de acabamento, com a instalação das fachadas na etapa final e com o início de operação dos elevadores. Segundo a WTorre, responsável pela obra, a construção dos dois prédios termina em janeiro e a entrega está marcada para fevereiro de 2012, enquanto o novo estádio deve ser concluído em abril de 2013.

“Esses prédios são de contrapartida, sem custo para o Palmeiras. O prédio de estacionamento ocupa o espaço onde antes tinha quadra de tênis, o edifício de quadras ficará no lugar do antigo ginásio e ainda estamos construindo o prédio multiuso para áreas administrativas que antes eram abrigadas embaixo da arquibancada. Então é uma compensação de área”, explica Cláudio Pellicciari, gerente da obra da Arena Palestra.

Continuar lendo