Castelão encontra-se 89% concluído e segue como estádio mais avançado da Copa do Mundo

A 75 dias da inauguração, a reforma do estádio Castelão se encontra 89% concluída até aqui. De acordo com a Secretaria da Copa no Ceará, a Secopa, a reformulação do estádio cearense segue o cronograma à risca.

A obra teve avanços importantes no último mês de setembro, como o nivelamento do campo e os serviços de drenagem. A próxima etapa é o início do plantio da grama. Mas antes, será necessário colocar uma camada de brita e uma de areia em toda a área do campo, que é de 115 por 78 metros quadrados.

Outro passo importante da obra diz respeito à instalação da cobertura do estádio. Os pórticos e as tesouras treliçadas já foram montados, e agora começam a ser colocadas as telhas do tipo sanduíche, compostas por duas faces de metal e enchimento de espuma isolante.

Aproximadamente 20% da coberta do estádio será de policarbonato, cujo efeito de sombreamento será ideal para a transmissão televisiva.

A um custo de R$ 518 milhões, a arena terá capacidade para 67 mil torcedores. Durante a Copa das Confederações, o Castelão receberá três jogos, entre eles um jogo do Brasil e uma das semifinais do torneio. Já na Copa do Mundo, o estádio será palco de seis partidas –incluindo um jogo da seleção brasileira na primeira fase.

Fonte: Portal 2014

Anúncios

Obras da Copa #1 – Natal

Natal e seu projeto arrojado de arena para a Copa do Mundo de 2014

Obras: início fica na promessa

O prometido “choque de desenvolvimento na cidade” com o advento das obras de mobilidade urbana com vistas à Copa do Mundo 2014, foi iniciado ontem de forma tímida. A data, conforme anunciada pela Prefeitura de Natal durante reunião com o novo secretariado na semana passada se resumiu ao início de um levantamento da área e medições topográficas das ruas do bairro das Quintas que sofrerão intervenções no tráfego durante as obras estruturantes no entorno das avenidas Mário Negócio, Bernardo Vieira e Tenente Napoleão Laurentino (BR 226 / KM 6).

Continuar lendo

Leilão de aeroportos alcança R$ 24 bilhões

Ágil global da concessão do aeroporto de Guarulhos, Campinas e Brasília é de 348%

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concluiu nesta segunda-feira (6) o leilão para ampliação, manutenção e exploração dos Aeroportos Internacionais de Brasília (DF), Viracopos (Campinas-SP) e Guarulhos (SP). O valor global do leilão alcançou pouco mais de R$ 24,5 bilhões, cifra 4,5 vezes superior aos R$ 5,4 bilhões definido como valor global mínimo pelo governo.

Pela concessão de 20 anos do aeroporto de Guarulhos, o consórcio Invepar-ACSA, do grupo OAS, pagará R$ 16,21 bilhões, 373,5% de ágio. O consórcio Triunfo arrematou o aeroporto de Viracopos, pelo qual pagará R$ 3,21 bilhões em 30 anos, ágio de 159,8%. O consórcio Inframérica Aeroportos, com participação majoritária da Engevix, pagará R$ 4,4 bilhões pelos 25 anos de concessão, ágio de 673,39% em relação ao valor mínimo de leilão. Estes valores serão pagos em parcelas anuais corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Continuar lendo

Fortaleza dá início às obras de mobilidade urbana para a Copa de 2014

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, assinou ontem a Ordem de Serviço para o início das obras de mobilidade urbana na capital cearense referentes à Copa do Mundo de 2014. De acordo com a prefeitura, o objetivo é que os trabalhos comecem ainda no mês de janeiro, sendo que todas as obras deverão ser finalizadas até agosto de 2013.

Continuar lendo

Construção de edifícios multiusos da Nova Arena do Palmeiras está em fase final

Prédios serão entregues em fevereiro de 2012. Já no novo estádio, a demolição vai sendo concluída e parte dos pilares das arquibancadas está instalada

Ana Paula Rocha

As obras no novo estádio do Palmeiras seguem em ritmo acelerado. O edifício de quadras e o de uso múltiplo, que somam cerca de 23 mil m² de área construída, já estão em fase de acabamento, com a instalação das fachadas na etapa final e com o início de operação dos elevadores. Segundo a WTorre, responsável pela obra, a construção dos dois prédios termina em janeiro e a entrega está marcada para fevereiro de 2012, enquanto o novo estádio deve ser concluído em abril de 2013.

“Esses prédios são de contrapartida, sem custo para o Palmeiras. O prédio de estacionamento ocupa o espaço onde antes tinha quadra de tênis, o edifício de quadras ficará no lugar do antigo ginásio e ainda estamos construindo o prédio multiuso para áreas administrativas que antes eram abrigadas embaixo da arquibancada. Então é uma compensação de área”, explica Cláudio Pellicciari, gerente da obra da Arena Palestra.

Continuar lendo

Construção civil e logística em alta com a Copa de 2014

Evento esportivo deve gerar 700 mil novos empregos, diretos e indiretos. Hotelaria, logística e TI também estão buscando profissionais.

 
 
A Copa do Mundo de 2014 está realizando os sonhos do engenheiro civil Fábio Prado, de 25 anos. Antes mesmo de terminar a faculdade, em 2009, ele já sabia que gostaria de trabalhar com construção de estádios. Com o evento esportivo, ele conseguiu emprego no escritório responsável pelos projetos de engenharia do estádio do Corinthians, em São Paulo, do Grêmio, em Porto Alegre, e o da cidade do Recife.

Construção de edifícios multiusos da Nova Arena do Palmeiras está em fase final

As obras no novo estádio do Palmeiras seguem em ritmo acelerado. O edifício de quadras e o de uso múltiplo, que somam cerca de 23 mil m² de área construída, já estão em fase de acabamento, com a instalação das fachadas na etapa final e com o início de operação dos elevadores. Segundo a WTorre, responsável pela obra, a construção dos dois prédios termina em janeiro e a entrega está marcada para fevereiro de 2012, enquanto o novo estádio deve ser concluído em abril de 2013.

Continuar lendo

Metade das 49 obras de mobilidade urbana para a Copa ainda não tem licitação

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou ontem (1º) um relatório sobre as licitações relacionadas à Copa do Mundo de 2014 nas áreas de infraestrutura de aeroportos, mobilidade urbana, estádios e turismo. Segundo o relatório, existe a preocupação sobre o andamento das obras nessas áreas e sobre o prazo para a conclusão.

A maior preocupação está relacionada às obras de mobilidade urbana. O relatório aprovado pelo plenário do TCU aponta que, de 49 empreendimentos na área, apenas oito já têm contratos de execução da obra assinados e, desses, somente quatro já tiveram algum desembolso. Mas o que mais preocupa é o fato de que 24 desses projetos ainda não tiveram a licitação iniciada, o que corresponde a 48,9% de todas as ações para mobilidade urbana. Continuar lendo

Até setembro, 11,3% das obras do PAC 2 foram concluídas, diz governo

Segundo balanço, R$ 143,6 bilhões foram executados até setembro.
Valor corresponde a 15% do total previsto entre 2011 e 2014.

 

O segundo balanço da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) feito pelo governo federal nesta terça-feira (22) aponta que 11,3% das obras previstas até 2014 foram concluídas entre janeiro e setembro deste ano.

Continuar lendo

Trabalhadores de obras da Copa do Mundo querem isonomia salarial

Sindicatos dos trabalhadores da construção civil vão apresentar pauta com reivindicação de piso salarial unificado nas cidades-sede e melhores condições de trabalho

São Paulo – Os sindicatos dos trabalhadores da construção civil contratados para as construções dos estádios e obras relacionadas à Copa do Mundo 2014 e aos Jogos Olímpicos vão apresentar até o início de dezembro carta com as reivindicações da categoria para as entidades sindicais patronais, Ministério do Trabalho e Secretaria-Geral da Presidência da República.

Continuar lendo