Abre-se o leque de fôrmas para concreto

Das tradicionais e econômicas fôrmas de madeira à sofisticação das metálicas. Para cada padrão de obra e tipo de uso há várias soluções técnicas.

Antes, única opção em fôrmas para concreto, nos últimos anos a madeira vem abrindo espaço para novas tecnologias. Colaborou para esse cenário a evolução do setor fabricante e a atenção das construtoras com a sustentabilidade nos canteiros de obras, evitando a geração de resíduos. O engenheiro Vinicius Farias Santos, pós-graduado em Gerenciamento de Projetos na norte-americana UC Berkeley, lembra que hoje há uma ampla gama de sistemas metálicos, como os estruturados em aço com fechamento ou face de contato constituído em chapa compensada plástica ou fenólica e aqueles totalmente construídos em aço; os sistemas de fôrmas plásticas; fôrmas de alumínio; e outras possíveis variações entre esses sistemas. Essas diferentes opções têm suas aplicações especificas, de acordo com o tipo e tamanho da obra.

Continuar lendo

Anúncios

Alto e esbelto

Vigas com 140 cm de altura e variação da resistência característica do concreto nos pilares estabilizam edifício de 42 pavimentos em João Pessoa, na Paraíba
Ana Paula Rocha

Fotos: divulgação Conserpa
A relação entre a altura e a lâmina do edifício culminou em um alto índice de esbeltez de corpo rígido para ambas as direções

O edifício residencial Rio Mamoré se destaca na paisagem de João Pessoa, na Paraíba: ao todo são 42 pavimentos que alcançam 132 m de altura. Com um apartamento de 212 m² por andar, além de um dúplex, o projeto da edificação se tornou um grande desafio pela relação altura e largura de lâmina, pois o prédio tem um coeficiente de esbeltez alto, na faixa de 10.

“Para se ter uma ideia, a lâmina da edificação só ocupa cerca de 10% da área do terreno, que tem 2 mil m², então os recuos são muito grandes, muito acima do que é exigido pela prefeitura”, afirma José William Montenegro Leal, sócio-diretor da Conserpa, responsável pela construção do empreendimento.

Resumo

Edifício Residencial Rio Mamoré Local: esquina formada pelas ruas Nevinha Cavalcante, Coronel Souza Lemos e Ovidio Mendonça, bairro Miramar – João Pessoa Construtora: Conserpa Área do terreno: 2.000 m² Área de cálculo: 15.700 m²Altura total da torre: 132 m Pavimentos: 42, sendo dois subsolos de garagem, térreo, 37 apartamentos-tipo, um dúplex, além de um mirante no topo do edifício Elevadores: três com velocidade de 2,5 m/s Vagas: 156 Previsão de entrega: dezembro de 2011

 

 

Continuar lendo

Fábrica portuguesa de concretos deseja se instalar no Ceará

Fonte: O Ceará

A empresa portuguesa Carfel manifestou interesse em instalar uma fábrica de máquinas para produção de blocos de concreto no Ceará. O executivo Joaquim Felgueiras e o consultor José Manuel Torres estiveram na quinta-feira (30), no Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico do Ceará (Cede), onde conversaram com o presidente do órgão, Ivan Rodrigues Bezerra.

Continuar lendo