Sistema Ferroviário no Brasil

O transporte pelo modal ferroviário possui muitos pontos positivos, principalmente em um país de grande extensão territorial como o Brasil. Dentre as vantagens do transporte por trilhos estão: a economia para o transporte de mercadorias a médias e longas distâncias; a menor poluição e o menor consumo de recursos, o que reduz o impacto ambiental; a elevada capacidade de carga; a economia no transporte de mercadorias pesadas (minerais, carvão, cereais, automóveis, etc.), a rapidez das viagens, visto que não há congestionamentos; além de ser um meio de transporte confortável, regular e seguro.

blog01

Atualmente, o Brasil vem retomando os investimentos em sua malha ferroviária, o que abre oportunidades para projetos de construção e duplicação de ferrovias e de recuperação da infraestrutura já existente. A participação da construção civil abrange dentre outras coisas, terraplanagem em grande escala, construção de pontes, viadutos, passagens inferiores, valetas, drenos e construção de superestrutura ferroviária. Diante disso, tem-se a necessidade de engenheiros especializados nessa área para que a grande demanda existente seja atendida.

Algumas das principais obras da malha ferroviária brasileira:

Ferrovia Nova Transnordestina
Característica da obra: vai integrar o município de Eliseu Martins (PI) aos portos de Pecém (CE) e Suape (PE), com capacidade de transportar 30 milhões de toneladas. Propiciará ainda uma conexão com a Ferrovia Norte-Sul, no trecho Eliseu Martins (PI)-Estreito (MA).
Tipo da obra: privada. A concessão das obras foi liberada à Transnordestina Logística.
Status: obras em andamento.

blog02

Extensão Ferrovia Norte-Sul
Característica da obra: o projeto irá ligar a ferrovia ao porto de Barcarena (PA), pela Norte-Sul, e ao porto de Rio Grande (RS), pela Ferrosul.
Tipo da obra: privada.
Status: obras em andamento.

blog03

Ferrovia de Integração Oeste-Leste
Característica da obra: a integração Bahia-Oeste partirá de Ilhéus, na Bahia, passará por cidades como Caetité, Brumado, Bom Jesus da Lapa, Luiz Eduardo Magalhães e Barreiras, e se encontrará com a Ferrovia Norte-Sul em Figueirópolis, no Tocantins. Ao todo, serão construídos 1.490 km de trilhos.
Tipo da obra: pública, administrada pela Valec – empresa vinculada ao Ministério dos Transportes.
Status: obras em andamento.

blog04

Litorânea Sul
Característica da obra: com 165 km de extensão, o projeto será implantado no Espírito Santo para interligar a Estrada de Ferro Vitória-Minas ao Porto de Ubu.
Tipo da obra: privada, administrada pela Vale.
Investimento previsto: R$ 770 milhões.

blog05

Fonte: Pini

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s